Responsabilidade Social

Seconci-SP anuncia investimento de R$ 5 milhões para 2019

Entidade fecha o ano de 2018 com cerca de 13 milhões de atendimentos médicos, odontológicos e assistenciais

Por Redação SindusCon-SP 13/12/2018 10:48:23

Haruo-coletiva-de-imprensa-02Com investimentos de cerca de R$ 1 milhão em 2018 para a aquisição de novos aparelhos, modernização de mobiliários médicos e odontológicos visando o tratamento dos funcionários da construção civil, o Seconci-SP (Serviço Social da Construção) deve fechar o ano com 13,489 milhões de atendimentos em saúde, odontologia e serviço social no Estado de São Paulo. Deste total, 11,980 milhões foram realizados nas unidades administradas pela entidade na rede pública e 1,508 milhão nas unidades próprias.

Os números foram anunciados hoje pelo presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa, durante encontro com a imprensa. O volume de atendimentos nas unidades próprias em 2018 foi em média 20% menor, se comparado a igual período do ano anterior. “Esta retração deveu-se principalmente à redução do número de empregados na construção civil, provocada pela crise econômica”, analisa Ishikawa.

Entre os investimentos em equipamentos médicos da rede própria, está a modernização da área de fisioterapia. A entidade adquiriu a mesa de tração computadorizada, de fabricação norte-americana, que já está em operação e se destina ao tratamento de paciente com patologia em coluna e regiões cervical e lombar.

Já na área de odontologia, o destaque foi a aquisição do sensor odontológico que permitiu a realização de todo o processo de raio-x de forma digital, permitindo um exame mais rápido e fornecendo imagens com mais qualidade.

Visando economizar nos deslocamentos, a entidade aportou também R$ 340 mil na renovação de parte da frota de veículos. Além disso, aplicou cerca de R$ 200 mil em obras de infraestrutura predial, e outros R$ 160 mil em tecnologia para soluções envolvendo hardware, software, banco de dados e redes.

Conjunto Hospitalar SorocabaNa área de administração pública, o destaque foi para as duas novas unidades que passaram a ser administradas pela entidade: o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) e o AME São Vicente. Com as unidades, o quadro de colaboradores contratados do Seconci-SP deve fechar o ano com 13 mil pessoas, crescimento de cerca de 8% na comparação com 2017.

Para 2019, a entidade projeta investimentos de cerca de R$ 5 milhões. Deste valor, R$ 3,5 milhões serão destinados à construção de nova unidade regional e reformas e adequações prediais nas unidades já existentes. E para a aquisições de aparelhos, mobiliários médicos e odontológicos, estão previstos R$ 900 mil.

“Acreditamos que o momento de retração vivido pelo mercado de construção civil nos últimos anos será revertido e o setor deve voltar a crescer. Com isso, postos de trabalho que foram fechados neste período devem ser retomados”, comenta o presidente do Seconci-SP.

Atendimento Medico SeconciO Seconci-SP conta hoje com 13 unidades próprias na capital, litoral e interior paulista e disponibiliza aos trabalhadores da construção civil e seus familiares atendimentos médicos em 21 especialidades e odontológicos. Além de exames laboratoriais – de imagem e de métodos gráficos – e atendimentos de equipes de apoio (fonoaudiologia, nutrição, serviço social, enfermagem e fisioterapia). No serviço público, a entidade administra 64 unidades das redes do Estado e do Município de São Paulo e participa em mais de 20 serviços de saúde do Município.

A entidade disponibiliza serviços às 15 mil empresas do setor e atua em três frentes: serviços de saúde, prevenção e assistência social destinados aos 647 mil trabalhadores da construção civil e seus familiares. Oferece ainda assessoria em medicina ocupacional e segurança do trabalho para contribuir com a adequação das empresas às leis trabalhistas. Desde 1998, atua também como Organização Social de Saúde (OSS) e é parceira do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de São Paulo na gestão das unidades públicas de saúde.

Novidades nas atividades voltadas à construção civil em 2018
Posse Haruo no Seconci-SP_2•    Posse do novo presidente e Conselho Deliberativo – No dia 16 de abril, aconteceu na sede da entidade, na capital paulista, o evento de posse de Haruo Ishikawa, eleito em Assembleia Geral da instituição realizada em dezembro de 2017 para comandar o Seconci-SP no biênio de 2018-2019. O executivo substituiu Sergio Porto, que na mesma Assembleia Geral foi eleito 2º Vice-Presidente da entidade. Na cerimônia, também tomaram posse para mandato de igual período a 1º Vice-Presidente eleita, Maristela Alves Lima Honda (JHD Construtora); o 2º Vice-Presidente, Sergio Porto; e os Conselheiros Luiz Carlos Veloso (Sanhidrel Cimax Engenharia), Antônio Carlos Salgueiro de Araujo (Ximango Incorporações Imobiliárias), José Pedro dos Santos (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo), Yves Mifano (CYM Yves Mifano Empreendimentos Imobiliários), Sergio Tiaki Watanabe (Simétrica Engenharia), Cesar Scatena Neto (Construtora CVS), Roberto José Falcão Bauer (Grupo Falcão Bauer) e José Antonio Marcondes Cesar (Construtora Marcondes Cesar).

Premiações
5º Prêmio Seconci-SP de SST•    5º Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho – As práticas de Saúde e Segurança do Trabalho mais bem-sucedidas, implementadas em canteiros de obras do Estado de São Paulo, foram reconhecidas no 5º Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho, que aconteceu em 7 de novembro, na sede do Seconci-SP, na capital paulista, com a participação de cerca de 350 pessoas. Além das 9 empresas, responsáveis pelas 16 obras premiadas, foram laureados também o ‘Trabalhador Modelo’ e a ‘Personalidade do Ano’. O presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa, comenta que os diversos projetos inscritos na premiação deste ano trouxeram cases muito interessantes e que expõem quanto as companhias estão preocupadas com a saúde e segurança dos seus trabalhadores. “A disputa entre os participantes foi muito acirrada em virtude da qualidade das iniciativas. Isso nos deixa muito felizes, pois demonstra que um número maior de empresários já vislumbra a relevância do investimento em ações de prevenção de acidentes e preservação da saúde de seus colaboradores”, diz.

Certificações
•    ISO 9001 – O Sistema de Gestão da Qualidade da Unidade Central e das Regionais ABC, São José dos Campos e Piracicaba do Seconci-SP (Serviço Social da Construção) obteve a recertificação e migração da Norma NBR ISO 9001:2015, outorgada pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini. A primeira certificação do Seconci-SP pela ISO ocorreu em 2001, renovando-se a cada ano. De acordo com João Felício Miziara Filho, superintendente ambulatorial do Seconci-SP e representante da Direção para o Sistema de Gestão da Qualidade, “essa conquista atesta o amadurecimento da entidade na gestão dos seus processos e o comprometimento dos funcionários com a melhoria contínua da qualidade do atendimento aos nossos usuários e empresas”.
Selo de acessibilidade ao Seconci•    Hospital Estadual de Sapopemba – A unidade comemorou seus 15 anos de existência em abril. No início do ano, conquistou a acreditação de Excelência, a mais alta da Organização Nacional de Acreditação (ONA).
•    Hospital Geral de Itapecerica da Serra – A unidade foi recertificada em novembro pela Joint Comission Internacional. A acreditação aconteceu em 2012, quando o hospital se tornou o primeiro da rede pública de saúde do Brasil a receber essa distinção.
•    O Centro de Atenção Psicossocial Adulto Vila Matilde (CAPS II), que integra as unidades gerenciadas pela SAS Seconci no município de São Paulo, conquistou em março o Selo de Acessibilidade municipal. A entrega do selo foi feita pela presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade, Silvia Cambiaghi, e pela coordenadora de Políticas e Projetos de Inclusão da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, Renata Belluzzo.

Lançamentos
Mesa-de-traçao-da-fisioterapia•    Inovação na área de fisioterapia – Visando a modernização e melhoria do tratamento das patologias que atingem a coluna vertebral, o Seconci-SP investiu na aquisição de uma das últimas inovações para o segmento: a mesa de tração computadorizada. O equipamento, de fabricação norte-americana, é uma mesa que possui unidade de tração automática – computadorizada – e que promove uma força de descompressão no eixo axial da coluna vertebral do paciente. Funciona através de mecanismo de deslizamento com molas, onde o paciente encontra-se sobre a mesa, garantindo uma progressão segura, suave, confortável e precisa no processo de aplicação e retirada da carga de tração. Além de possuir opção de regulagem de tempo, carga e tipo de tração estática ou dinâmica, o equipamento já vem pré-programado de fábrica com alguns protocolos específicos para as patologias que mais atingem os trabalhadores, como espondilose (artrose), espondilolistese, discopatia cervical ou lombar (hérnia de disco), dores musculares e neuropatias (inflamação do nervo).
•    Consultoria às diretrizes da NR-20 – Com o objetivo de auxiliar as empresas a realizarem a correta adequação às exigências previstas na Norma Regulamentadora (NR) nº 20, que visa definir os requisitos mínimos para a gestão de segurança e saúde no trabalho para empresas que realizam a extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de substancias inflamáveis e líquidos combustíveis, o Seconci-SP passou a disponibilizar consultoria especializada às companhias que trabalham com estas substâncias. Além de realizar a vistoria e análise para verificar se a empresa ou comércio precisa se enquadrar às exigências da NR-20, o Seconci-SP auxilia as construtoras em todas as etapas de enquadramento à norma.
Equipamento Raio X - 01 (1)•    Modernização da área odontológica – Visando oferecer aos trabalhadores atendidos um tratamento cada vez mais rápido, seguro e indolor, o Seconci-SP investiu na digitalização das radiografias odontológicas. Com o novo sensor odontológico adquirido pela entidade, todo o processo de raio-x passou a ser realizado de forma digital. O sistema utiliza sensores compostos por elementos sensíveis aos raios-x, que trabalham conectados diretamente ao computador e possibilitam que todo o processo ocorra de forma eletrônica, permite um diagnóstico mais preciso e detalhado e em um tempo menor que o modo tradicional. Outra vantagem deste novo sistema é o tempo de exposição dos pacientes à radiação. Com o sensor, o paciente fica até 50% menos tempo exposto à radiação e, por ser digital, a imagem passa por filtros no computador que melhoram a sua qualidade, evitando repetições do procedimento.
•    Ampliação dos temas dos Grupos de Apoio – Neste ano, além dos temas relacionados aos problemas enfrentados pelos participantes, também foram abordados nos encontros questões relacionadas à emancipação financeira da mulher. A entidade conta hoje com um ‘Grupo de Apoio e Orientação no Tratamento Ambulatorial para Dependência Química’ e outro denominado ‘Grupo Social de Apoio’. O primeiro é focado no auxílio de trabalhadores que estão tentando abandonar o uso de drogas e álcool. Já o segundo é focado em indivíduos que sofrem de doenças psicológicas, como a depressão e a ansiedade. Os encontros acontecem uma vez por mês durante todo o ano e qualquer trabalhador da construção civil atendido pelo Seconci-SP, ou seus familiares, podem participar.

Iepac – Instituto de Ensino e Pesquisa Armênio Crestana, do Seconci-SP
•    Pesquisa sobre os motivos de afastamentos dos trabalhadores da construção civil – O levantamento anual da entidade sobre os motivos de afastamento dos trabalhadores de empresas da construção civil, elaborado a partir de um banco de dados com mais de 43 mil consultas médicas não ocupacionais realizadas na Unidade Central do Seconci-SP, apontou que em 2017 foram emitidos 5.525 atestados médicos aos titulares, o que representa uma queda de 27% se comparada com o mesmo período do ano anterior. As dores nas costas, juntas e inflamações (ombro, juntas e tendão) seguem como os principais motivos para a ausência ao trabalho com 30,1%, conservando o mesmo índice verificado em 2016. Já as enfermidades ligadas à má digestão, gastrite, diarreia, úlceras e inflamação no intestino tiveram leve queda no ano passado, com 5,2%, contra 6,5% em 2016. A mesma redução é verificada no grupo de problemas relacionados à hipertensão arterial e doenças cardiovasculares, que respondeu por 5,3% dos casos em 2017, versus 5,8% do ano anterior.

Campanhas
•    Ação especial no ConstruSer – Durante o 11º Encontro Estadual da Construção Civil em Família (ConstruSer) do SindusCon-SP, que aconteceu em 14 de abril, nas cidades de Osasco, Bauru, Campinas, Cubatão, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Votorantim, o Seconci-SP ofereceu exames médicos a 23 mil trabalhadores da construção e seus familiares. Entre as análises clinicas oferecidas pela entidade estavam testes de glicemia, acuidade visual, aferição de pressão arterial, teste de colesterol e cálculo do IMC – Índice de Massa Corporal, acompanhado de orientações para uma alimentação saudável. Nas cidades de Osasco e Votorantim, a entidade disponibilizou ainda suas Unidades Móveis Odontológicas para avaliação da saúde bucal e prevenção do câncer de boca, e orientações sobre higiene bucal (escovação e uso correto do fio dental).

Novidades na administração das unidades da rede pública em 2018
Hospital Vila Alpina Heva_pq•    Hospital Estadual Vila Alpina – Em oito meses, esta unidade reduziu em 40% os índices de infecções de sangue, trato urinário e pneumonia associada à ventilação mecânica em Unidade de Terapia Intensiva. Assim, o hospital ultrapassou a meta do Proadis SUS, de redução dos índices em 30%, em 18 meses. Em outubro, o hospital recebeu a visita da CEO da Accreditation Canada, Leslee Thompson, que parabenizou a direção da unidade pelo bom atendimento aos pacientes.
•    AME Barradas – Em março, o ambulatório lançou um aplicativo próprio que traz facilidades aos seus usuários, como agendamento de consultas ou exames, visualização e impressão de laudos. O AME também foi visitado por Alckmin, no lançamento do Mutirão da Catarata.
•    Aleitamento materno – Os hospitais estaduais gerenciados pelo Seconci-SP realizaram evento que lotou o auditório da entidade sobre este tema em agosto, por ocasião da Semana Mundial do Aleitamento Materno. Em agosto, a SAS Seconci promoveu a Hora do Mamaço Penha.
Prefeito-Covas-Inauguração_UBS_Vila-Esperança•    SAS Seconci – O prefeito Bruno Covas inaugurou em novembro a nova sede da UBS Vila Esperança, gerenciada pela SAS Seconci. Na ocasião, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, afirmou que “o Seconci-SP é importantíssimo” no contexto das OSSs que atuam na capital paulista. Em abril, a SAS Seconci comemorou seu 10º aniversário, recebendo um voto de júbilo da Câmara Municipal de São Paulo, por iniciativa do vereador e ex-secretário municipal de Saúde, Gilberto Natalini. Em outubro, participou das comemorações do Dia do Idoso na Penha.
•    Um trabalho mostrando redução de 20% das remoções hospitalares e resolutividade das AMAs do Território Penha conquistou o segundo lugar no Congresso Municipal da Saúde, em junho.

Novas unidades
•    Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) – O governador Marcio França oficializou em setembro a escolha do Seconci-SP para gerenciar o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS). Referindo-se ao Seconci-SP, declarou tratar-se de “uma Organização Social de Saúde muito experiente, que já administra vários hospitais públicos do Estado”. O CHS é formado pelos hospitais Regional e Leonor Mendes de Barros, e por um ambulatório exclusivo para consultas previamente agendadas. Responsável pelo atendimento de quase 3 milhões de habitantes de 48 municípios do sudoeste paulista, o CHS é a principal unidade pública de saúde da região para procedimentos de média e alta complexidade. É referência regional em trauma, em atendimento a gestantes de alto risco, a pacientes oncológicos, psiquiátricos e renais, e em atendimento de queimados e cirurgia reparadora em nível estadual. O complexo tem 1.533 funcionários, sendo 322 médicos e 710 profissionais de enfermagem. Conta com 350 leitos, para pacientes de clínica médica, cirúrgica, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, queimados, moléstias infecciosas, patologia obstétrica, cuidado intermediário neonatal, cuidados semi-intensivos e de UTIs adulto, pediátrica, neonatal e queimados.
Ame-São-Vicente•    AME São Vicente – O Seconci-SP assumiu em janeiro a administração desta unidade da rede estadual de saúde. Acompanhado do vice-governador Marcio França, o então governador Geraldo Alckmin visitou o ambulatório e elogiou a entidade: “O Seconci-SP é o Pelé das Organizações Sociais de Saúde, está entre as melhores e, por essa razão, ficamos tranquilos em lhes dar mais essa responsabilidade”.

Programas de Residência Médica
•    Com o objetivo de ampliar a formação de médicos especialistas para o SUS, o Seconci-SP abriu 57 vagas, em 10 especialidades diferentes, distribuídas entre quatro dos hospitais públicos administrados pela entidade no Estado de São Paulo, para médicos de todo o Brasil interessados em fazer uma especialização e realizar a sua formação de residência médica em unidades hospitalares sob a administração da entidade. As vagas foram distribuídas nas áreas de anestesiologia, cirurgia geral, cirurgia pediátrica, clínica médica, medicina intensiva pediátrica, ginecologia e obstetrícia, ortopedia e traumatologia, pediatria, radiologia e diagnóstico por imagem, e urologia. Localizadas na capital paulista e na região metropolitana, as quatro instituições sob a administração do Seconci-SP são: Hospital Estadual Vila Alpina, o Hospital Estadual de Sapopemba, o Hospital Geral de Itapecerica da Serra e o Hospital Regional de Cotia.
•    Formatura de médicos especialistas – Quarenta e cinco médicos especialistas formaram-se nas residências feitas nos hospitais de Itapecerica da Serra, Vila Alpina, Cotia e Sapopemba.









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br