Fisioterapia do Seconci-SP: medidas de prevenção e cuidado para os trabalhadores da construção 

Publieditorial Seconci

Por Publieditorial Seconci

Fisioterapia do Seconci-SP: medidas de prevenção e cuidado para os trabalhadores da construção 

O Dia Mundial da Fisioterapia é celebrado anualmente, desde 1996, em 8 de setembro, data da fundação da Confederação Mundial de Fisioterapia (World Physiotherapy), criada em 1951. A fisioterapeuta Marina Pinheiro Teixeira, supervisora do setor de Fisioterapia do Seconci-SP (Serviço Social da Construção), destaca a importância desse atendimento para os trabalhadores da construção que, pelas próprias características das atividades laborais, acabam muitas vezes sofrendo com problemas do sistema musculoesquelético.

“Cerca de 80% dos pacientes que recebemos são encaminhados pela ortopedia e o restante por outras áreas médicas, como reumatologia, clínica médica e neurologia. Todos passam por uma avaliação inicial, para que então possamos elaborar a Conduta do Tratamento. Cada paciente é único, assim como sua evolução, portanto a equipe continua avaliando esses pacientes durante o tratamento, para que possamos adequar a terapêutica, de acordo com a sua resposta e suas reais necessidades, buscando, sempre, promover independência e funcionalidade”, explica.

Grande parte deles sofre de dor crônica e outra parcela, significativa, é daqueles que estão em recuperação pós-operatória de fraturas, além dos pacientes com sequelas neurológicas. “Nosso papel se concentra no alívio da dor e na reabilitação da função motora, garantindo bem-estar e preparando o corpo para o trabalho e as atividades diárias”.

O Seconci-SP dispõe de profissionais experientes e uma estrutura diversificada de equipamentos, como eletroestimuladores, laser, ultrassom, turbilhão, infravermelho, maca de tração. Há também outros recursos, voltados para diminuir dor, edemas e tratar processos inflamatórios e degenerativos, como tendinite, bursite, lombalgia, artrose, entre outros acometimentos.

“Contamos também com Sala de Cinesioterapia ampla e bem equipada, onde são feitos, entre outros, os exercícios de alongamento e fortalecimento muscular, treino de equilíbrio e propriocepção, que é a autopercepção da posição estática e dinâmica do corpo”, afirma Marina.

A supervisora aponta a prevenção, como outro destaque. “Uma vez que o paciente esteja reabilitado e livre da dor, nosso intuito é que ele receba todas as orientações sobre a postura correta, a forma adequada para carregar peso e desempenhar suas funções, assim como exercícios simples, que ele pode fazer em casa, sempre com foco em melhorar a qualidade de vida e que possa realizar seu trabalho com confiança, sem trazer novos problemas ou agravar os já existentes”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O que você precisa saber.
As últimas novidades sobre o mercado,
no seu e-mail todos os dias.

Skip to content