Covid-19 registra ligeira elevação nas obras paulistas 

Rafael Marko

Por Rafael Marko

Covid-19 registra ligeira elevação nas obras paulistas 

O número de casos suspeitos de Covid-19 nas obras paulistas subiu de 0,05% para 0,5% do pessoal empregado, e o total de confirmados passou de 0,02% para 0,09 do contingente de trabalhadores. Pela 16ª semana consecutiva, não se registraram óbitos. Nas últimas duas semanas, nenhum trabalhador estava em internação hospitalar.

Estes foram os resultados da 72ª Pesquisa “Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19”, realizada por SindusCon-SP e Seconci-SP (Serviço Social da Construção). Foram obtidas respostas de 47 empresas, responsáveis por 586 obras, envolvendo 39.463 empregos diretos e terceirizados, de 28 de outubro a 11 de novembro.

Das empresas pesquisadas, 37 informaram que 22.003 trabalhadores foram vacinados com a primeira dose, 15.391 com a segunda ou dose única, e 593 com a de reforço. Caiu de 17,9% para 5% o percentual de trabalhadores em relação ao total pesquisado, sobre os quais as empresas não informaram o andamento da vacinação.

Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, e Haruo Ishikawa, presidente do Seconci-SP, observam que o aumento de casos, embora ainda em número muito reduzido, deve servir de alerta para a manutenção das medidas de proteção. “A pandemia não acabou e ainda há um percentual considerável de pessoas que não tomaram a segunda dose; precisamos seguir motivando os trabalhadores à manutenção dos protocolos sanitários”, afirmam.

Principais resultados da 72ª Pesquisa:

  • 0,5% afastados por suspeita de Covid-19;
  • 0,09% afastados por confirmação da doença;
  • 586 obras em andamento e nenhuma parada;
  • 99,9% do pessoal estão em atividade;
  • 100% das empresas dão orientações diárias sobre prevenção e divulgam aos trabalhadores cartazes e vídeos de orientação do SindusCon-SP e do Seconci-SP.
  • 98% adotam higienização das mãos e fornecem máscaras para os trajetos entre as residências e as obras
  • 95% fornecem máscaras extras para as obras além das utilizadas como EPIs

Os presidentes do SindusCon-SP e do Seconci-SP reafirmam o convite para mais empresas com obras no Estado de São Paulo participarem das próximas rodadas; basta enviar um e-mail para pesquisacovid-19@seconci-sp.org.br e o Seconci-SP entrará em contato para incluir a construtora na enquete. As entidades garantem sigilo absoluto sobre as informações prestadas.

Veja os relatórios das últimas rodadas da pesquisa:

72ª

71ª 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você precisa saber.
As últimas novidades sobre o mercado,
no seu e-mail todos os dias.

Skip to content