Construcarta

Construcarta Nível de Atividades: O impulso do mercado imobiliário

Melhora deve prosseguir, de acordo com a percepção dos empresários captada na Sondagem da Construção em outubro

Por Redação SindusCon-SP 01/11/2018 17:37:11

O mercado imobiliário continuou sustentando a retomada observada no primeiro semestre de 2018. De acordo com a Abrainc, em agosto, os lançamentos registraram aumento de 18,3% em relação ao ano passado, o que elevou a taxa acumulada no ano para 21%. Na comparação com agosto de 2017, as vendas tiveram queda de 1,4%, mas no ano acumulam aumento de 9,6%.

A dinâmica da recuperação também se manteve nesses primeiros meses do segundo semestre, ou seja, o Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) sustenta a melhora. No ano até agosto, as vendas das unidades relacionadas ao programa aumentaram 16,9%, enquanto no mercado de médio e alto padrão (MAP) houve queda de 3,7% no mesmo período.

Vale notar que o crédito imobiliário vem registrando expansão expressiva em 2018 – no ano até setembro, o volume de contratação com recursos da poupança alcançou R$ 41 bilhões, o que representa um crescimento de 25% em relação ao mesmo período de 2017. Isso indica que o descompasso de desempenho entre os dois segmentos não está relacionado à restrição da oferta de crédito, mas provavelmente se deve às condições mais favoráveis do programa. As famílias que adquirem imóveis que se enquadram nas faixas 1,5 e 2 do PMCMV possuem subsídio, além disso o financiamento com recursos do FGTS a que as famílias do programa têm acesso, possuem taxas de juros inferiores às praticadas pelo mercado. Esse diferencial torna a compra do imóvel mais acessível, aumentando o número de famílias elegíveis.

Isso significa também que apenas a melhora mais consistente do cenário macroeconômico, com redução das taxas de juros, aumento do emprego e da renda irá melhorar o desempenho do MAP.

A melhora do mercado imobiliário deve prosseguir, de acordo com a percepção dos empresários captada na Sondagem da Construção em outubro. A Sondagem da FGV IBRE apontou aumento da confiança em boa parte dos segmentos, mas o de Preparação de Terrenos teve a maior alta mensal. Na comparação com outubro de 2017, o Índice de Situação Atual do segmento de Edificações Residenciais registra crescimento superior à média do setor.

O bom desempenho do mercado imobiliário começa a repercutir favoravelmente nos indicadores. O emprego com carteira em setembro teve queda de 0,08% em relação a setembro de 2017, configurando o melhor resultado desde outubro de 2014, quando foi registrada a primeira queda nessa comparação com o mesmo mês do ano anterior. O segmento com melhor desempenho no ano é o de Engenharia e Arquitetura com crescimento de 6,1% em 12 meses.

Vale notar que o aumento da confiança empresarial em outubro ocorreu tanto no Indicador de Situação Atual (ISA) quanto no de Expectativas (IE). No entanto, vale a ressalva que o IE ainda não se recuperou da queda sofrida após maio.

*Acesse o conteúdo completo aqui.









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br