Habitação

Caixa: não faltarão recursos para o crédito habitacional 

Superintendentes da instituição participaram de reunião conjunta do SindusCon-SP e do Secovi-SP 

Por Rafael Marko 09/09/2020 14:32:06

Não há qualquer sinalização de que devam faltar recursos para o crédito habitacional neste último quadrimestre de 2020. A afirmação foi feita pelo superintendente Nacional de Varejo São Paulo da Caixa, Robert Kennedy Lara da Costa, em reunião virtual do Comitê de Habitação Popular do SindusCon-SP e do Comitê de Habitação Econômica do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em 9 de setembro.

O encontro foi conduzido por Tarcísio Paschoalato, membro do Conselho Consultivo SindusCon-SP (representando Ronaldo Cury, vice-presidente de Habitação Popular da entidade), e por Mario Junior (representando Rodrigo Luna, vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP).

Acompanharam a reunião Paulo Sergio do Amaral, superintendente executivo de Atacado São Paulo da Caixa, e os superintendentes executivos de Habitação Isadora Moraes e Rafael André Arena, entre outros.

Amaral reafirmou que não há sinalização de falta de recursos e disse que o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, assim como o Ministério do Desenvolvimento Regional, estão empenhados em assegurar os recursos para os financiamentos em 2021. O ministro Rogério Marinho tem se pronunciado no mesmo sentido, completou Paschoalato.

Mario Junior indagou sobre o fato de o comprometimento de renda ser maior no SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) do que no programa Casa Verde e Amarela (PCVA), o que poderia dificultar enquadramentos de quem tem renda mensal superior a R$ 4 mil. Costa disse não sentir que isto esteja dificultando a concessão de crédito e Amaral afirmou que o presidente da Caixa tem acompanhado esta e outras questões relacionadas ao PCVA em busca de seu refinamento.

Amaral explicou que os prazos estão sendo de 30 a 40 dias até a emissão do laudo de engenharia; 5 dias para a emissão do laudo de avaliação do empreendimento; 24 horas para aprovação em comitê, de créditos de até R$ 15 milhões; 15 dias para aprovação no comitê-matriz de financiamentos até R$ 100 milhões, e 25 a 30 dias, acima desse valor. Ele informou que em outubro pode ser aprovado um novo modelo pelo qual financiamentos superiores a R$ 15 milhões até um certo limite não precisariam mais seguir para o comitê-matriz, o que pode encurtar o prazo em 15 dias.

Costa abriu a reunião comentando que o resultado tem sido bom nas operações gerenciadas virtualmente na pandemia, para empresas atendidas por sua Superintendência, com faturamento anual abaixo de R$ 30 milhões. Ele apresentou e colocou à disposição toda a estrutura estadual do gerenciamento de varejo, com superintendências executivas na capital, Bauru, Campinas, Litoral e Vale do Paraíba, Piracicaba e Ribeirão Preto.









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br