Semana da Construção será de 25 a 28 de outubro 

Rafael Marko

Por Rafael Marko

Semana da Construção será de 25 a 28 de outubro 

A exemplo do ocorrido em 2020, os tradicionais seminários de Tecnologia de Estruturas, Sistemas Prediais e BIM (Modelagem da Informação da Construção) do SindusCon-SP serão virtuais e reunidos na Semana da Construção, a realizar-se de 25 a 28 de outubro de 2021.

Foi o que anunciaram Renato Genioli e Jorge Batlouni, vice-presidentes de Tecnologia e Qualidade do SindusCon-SP, na reunião do CTQ (Comitê de Tecnologia e Qualidade) da entidade, conduzida por seu coordenador, Fabio Villas Bôas, com a participação do presidente da entidade, Odair Senra, em 12 de agosto. Posteriormente, decidiu-se incluir no início da Semana, mais um evento: o Seminário iCON Hub de Inovação.

Genioli também relatou reunião recente realizada entre SindusCon-SP, Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) com diretores da Enel, que reabriu o canal junto àquela concessionária, para tratar de diversas ações visando ao atendimento das necessidades das construtoras.

Haruo Ishikawa, vice-presidente de Relações Capital-Trabalho do SindusCon-SP, informou que em setembro se realizará a Megasipat – Mega Semana de Prevenção de Acidentes, no formato híbrido, em parte presencial e em parte virtual. As inscrições serão abertas nas próximas semanas.

Roberto Pastor, membro do CTQ, relatou estar montando o projeto Universidade SindusCon-SP, que oferecerá cursos práticos e rápidos para os funcionários das empresas associadas, em parcerias com universidades e entidades especializadas. Ishikawa, que também preside o Seconci-SP (Serviço Social da Construção), colocou esta entidade à disposição para a ministração de cursos em Saúde e Segurança do Trabalho.

Normas técnicas 

Lilian Sarrouf, gestora do CB 002 da ABNT (Comitê Brasileiro da Construção da Associação Brasileira de Normas Técnicas), apresentou o acompanhamento, a elaboração e a revisão de diversas normas, como as de Garantia de Edificações, coordenada por Yorki Estefan, vice-presidente de Relações Institucionais do SindusCon-SP, e de Inspeção Predial.

Em relação à Norma de Resíduos, por se tratar de uma norma “genérica” e aplicável a todos os setores, Lilian relatou que a proposta é criar uma norma específica para resíduos da construção ou, nesta impossibilidade, ter dentro da norma geral um capítulo específico sobre os resíduos da construção, em função de suas especificidades.

Vanessa Dias, assessora do Comasp (Comitê de Meio Ambiente) do SindusCon-SP, anunciou a preparação, pelo Grupo de Trabalho sobre Resíduos de Pintura Imobiliária, de uma campanha sobre a questão. De 15 de outubro a 15 de novembro, quatro lojas receberão sobras desse material, que serão encaminhadas para o Senai-SP, para análise do que pode ser feito em termos de reciclagem. Os acessórios como pincéis serão enviados para análise de um laboratório, e as latas para o Prolata.

Vanessa informou as ações em andamento para a divulgação da CeCarbon – Calculadora de Consumo Energético e Emissões de Carbono de Edificações, e para a capacitação de sua utilização. Outras ações relativas à ferramenta estão em andamento junto aos fabricantes de insumos, para que forneçam dados, e junto a entidades públicas e agentes financeiros. No âmbito da ABNT, está em andamento a elaboração das normas de eficiência energética, previstas no convênio entre SindusCon-SP e Eletrobrás.

Novidades da Sabesp 

Daniela Ferrari, do Grupo de Trabalho de Concessionárias do CTQ, e Samanta Tavares de Souza, diretora de Atendimento da Sabesp, comentaram as ações em andamento relacionadas à ligação de água para as obras.

Samanta informou que haverá mudanças na cobrança tarifária residencial e convidou o SindusCon-SP a participar das tratativas para que os futuros empreendimentos já sejam edificados dentro do novo padrão da concessionária, com entrada única de água e medição individualizada.

A reunião ainda contou com uma exposição sobre a situação da aplicação da chamada pauta fiscal, pela Prefeitura de São Paulo, para o recolhimento do ISS na construção dos empreendimentos imobiliários. Participaram o coordenador do Conselho Jurídico, Marcos Minichillo, acompanhado dos membros desse Conselho Rodrigo Dias e Tadeu Navarro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você precisa saber.
As últimas novidades sobre o mercado,
no seu e-mail todos os dias.

Skip to content