Programas

Liberação de R$ 8,1 bi para MCMV deve salvar empregos e empresas

Por Redação SindusCon-SP 09/10/2015 14:02:56

Avaliação é de Ronaldo Cury, vice-presidente de Habitação Popular do SindusCon-SP

A decisão do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de autorizar R$ 8,1 bilhões para a Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha, para financiar imóveis a famílias com renda de até R$ 1,6 mil foi acertada e deve salvar muitas empresas e empregos. Essa é a avaliação do vice-presidente de Habitação Popular do SindusCon-SP, Ronaldo Cury.

“Era uma medida necessária para que o governo conseguisse concluir as obras contratadas e resolvesse o problema dos atrasos.”, afirmou Cury. O executivo espera também que as condições para o lançamento do MCMV 3 sejam anunciadas ainda em outubro.

Ajuda financeira
Importante ressaltar que desse montante, R$ 3,3 bilhões a fundo perdido devem financiar cerca de 80 mil moradias ainda este ano, com previsão de R$ 4,8 bilhões para 2016.

Em 2015, o subsídio será de 80%, até o limite de R$ 45 mil por habitação, e não mais de 95% como era previsto nas regras do programa. Para 2016, o subsídio será de 60% até o limite de R$ 45 mil por habitação.

(Fabiana Holtz)









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br