Infraestrutura

Instituto de Engenharia manifesta-se sobre tragédia em Brumadinho

Entidade lamenta escolhas que levam em conta unicamente o menor custo da obra

Por Redação SindusCon-SP 01/02/2019 23:18:25

Em manifesto sobre a tragédia provocada pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), o Instituto de Engenharia lamenta que o país esteja vivendo há muitos anos “um processo de depreciação e desmanche da Engenharia”, decorrente de contratações que não levam em conta as melhores soluções.

“A abordagem excessivamente financeira, aliada aos excessos de controles formais e às pressões políticas, incentiva executivos e burocratas a focalizarem sua energia nos resultados imediatos, assumindo riscos sem preocupação com as consequências”, diz o manifesto, assinado pelo presidente do Instituto, Eduardo Lafraia.

De acordo com o texto, “o resultado da aplicação extensiva desses critérios de seleção e decisão para contratação, em última instância danosos, conduzem à redução progressiva da utilização da Engenharia brasileira nos processos de escolha e contração de projetos, construção, gerenciamentos, fiscalização de obras e montagens, e gerenciamento de operação e manutenção. Cabe lembrar que o que interessa é o menor preço no fim da obra e não na sua contratação.”

Defendendo que “é hora de o Brasil mostrar que, aqui, não vale a pena fazer esse tipo de economia”, o manifesto afirma que “muitas lições deverão ser registradas e apreendidas. Porém, uma delas deve estar em primeiro plano: o que houve não foi falha da Engenharia mas, sim, falta de engenharia!

Leia a íntegra

 









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br