Tecnologia e Qualidade

CTQ define plano de ação para 2020

Villas Bôas assumiu a coordenação do Comitê, tendo Rodrigo Von como coordenador adjunto

Por Rafael Marko 13/02/2020 14:35:36

Fabio Villas Bôas, novo coordenador do CTQ (Comitê de Tecnologia e Qualidade) do SindusCon-SP

Em sua primeira reunião em 2020 sob coordenação de Fabio Villas Bôas, o CTQ (Comitê de Tecnologia e Qualidade) do SindusCon-SP definiu em 13 de fevereiro os dez itens de seu plano de ação para este ano. A coordenação adjunta do CTQ ficou a cargo de Rodrigo Fairbanks Von Uhlendorff.

São os seguintes os itens do plano de ação:

  1. Trabalho conjunto na busca de caminhos do desenvolvimento sustentável;
  2. Estudos de novas tecnologias e inovações para maior industrialização e produtividade do setor;
  3. Incentivo e desburocratização objetivando maior celeridade aos licenciamentos;
  4. Atuação próxima às concessionárias de serviços e órgãos governamentais que impactam nos processos do setor;
  5. Ações conjuntas com o Comasp (Comitê de Meio Ambiente do SindusCon-SP, também coordenado por Villas Bôas), focadas no meio ambiente e sustentabilidade;
  6. Acompanhamento das normas técnicas e suas atualizações;
  7. Padronização na aplicação da Norma de Desempenho pelas construtoras;
  8. Criação de banco de ensaios para a Norma de Desempenho;
  9. Acompanhar a modernização da legislação trabalhista;
  10. Intensificar a atuação das Comissões e Grupos de Trabalho.

São quatro os Grupos de Trabalho do CTQ em atividade:

  • GT Seguros – com foco no desenvolvimento de um modelo de seguro pós-obra, nos moldes do existente na França;
  • GT Lençóis Freáticos – acompanha e propõe aperfeiçoamentos aos projetos de lei em tramitação sobre o tema;
  • GT Garantias – acompanha e propõe melhorias nos projetos de lei sobre o tema, buscando sua integração com as normas técnicas;
  • GT Plano de Controle Tecnológico – busca encontrar soluções de consenso para propor melhorias em legislações diversas.

Nova NR 18

Na reunião, o vice-presidente de Relações Capital-Trabalho do SindusCon-SP, Haruo Ishikawa, explicou as principais mudanças introduzidas pelo novo texto da NR 18 – Segurança e Saúde do Trabalho na Indústria da Construção. Publicada em 11 de fevereiro, a nova norma deverá entrar em vigor dentro de um ano.

O vice-presidente de Relações Institucionais, Yorki Estefan, relatou que o SindusCon-SP, junto com a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e o Secovi-SP (Sindicato de Habitação), têm obtido receptividade, no Corpo de Bombeiros, a sugestões de aperfeiçoamentos ao Parecer Técnico 008/800/20. O parecer apresenta os requisitos exigidos para a obtenção ou renovação do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), no uso das sacadas como extensão das salas de estar ou jantar, normalmente utilizados como área gourmet.

Villas Bôas relatou o andamento dos trabalhos de articulação com os laboratórios de ensaios, visando a uma padronização. Ele também apresentou a situação das diversas normas em revisão ou elaboração na ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que o CTQ acompanha. O CB-002 da ABNT, coordenado por ele, está revisando a Norma de Desempenho de Edificações.









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br