Institucional

Coronavírus: sai a décima edição do Guia Orientativo da Construção

Aditivos às convenções coletivas de trabalho e facilidades para pagar dívida tributária à União estão entre as novidades

Por Rafael Marko 30/06/2020 11:28:30

A décima edição do Guia Orientativo do SindusCon-SP “Coronavírus: como enfrentar esse gigantesco desafio” acaba de sair, atualizada com as últimas medidas do governo e das negociações coletivas de trabalho. O guia busca sistematizar todas as informações relevantes para as empresas do setor da construção e seus trabalhadores atravessarem o presente período decisivo de contenção da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

As novidades desta edição são: os aditivos às convenções coletivas de trabalho, firmados com os sindicatos dos trabalhadores da capital e de vários municípios do interior; a Resolução do governo estadual que multa a não utilização correta de máscaras; um novo adiamento do recolhimento de contribuições previdenciárias, para o PIS/Pasep e a Cofins; e as novas facilidades para o pagamento de dívidas dos contribuintes para com a União.

O guia traz o protocolo sanitário instituído pela Prefeitura de São Paulo para a reabertura das atividades imobiliárias; a regulamentação do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) pela Receita Federal; disposições sobre multas em parcelamento, compensação ou suspensão em licitações públicas; e a lei que instituiu normas transitórias para condomínios e assembleias de pessoas jurídicas. A nova edição também traz a Resolução do governo estadual que multa a não utilização correta de máscaras.

A publicação também detalha: o Programa Emergencial de Acesso a Crédito do governo federal; os protocolos de saúde propostos para obras, escritórios e estandes de vendas; as recomendações sobre como proceder diante de um trabalhador com suspeita de Covid-19; os cuidados para recebimento de materiais no canteiro de obras e o Protocolo Sanitário da Prefeitura de São Paulo para reabertura de escritórios de serviços.

Prevenção à Covid-19

O guia traz informações sobre a Covid-19 e as formas de prevenção, recomendações para a empresa e o canteiro de obras, links para cartazes, folhetos e vídeos relevantes produzidos pelo SindusCon-SP com outras entidades, legislações relevantes para a adoção de medidas trabalhistas no período, mudanças tributárias e outras notícias e orientações importantes.

A edição traz o adiamento para 31 de julho do prazo para transmissão da Escrituração Contábil Digital (ECD) à Receita Federal; a volta do rodízio de veículos por final de placa na capital paulista, com os caminhões para a construção civil seguindo liberados para circular nos horários de pico; e um link para o Guia do Trabalhador da Construção, editado em 15 de maio.

Contém ainda medidas e recomendações como: a linha de crédito da Caixa para capital de giro das micro e pequenas empresas e MEIs, com aval do Sebrae; o vídeo do Seconci-SP para divulgação aos trabalhadores, com recomendações sobre uso e higienização de máscaras no trajeto de ida e volta ao trabalho; e o decreto da Prefeitura de São Paulo recomendando o uso de máscaras caseiras.

A publicação contém também informações sobre a renegociação de contratos com a Caixa; a normatização do adiamento do recolhimento das contribuições sociais à Previdência (parcela patronal) e à PIS/Cofins; outras informações sobre uso de máscaras caseiras nos trajetos e na obra; as dicas para a higienização de cada um dos Equipamentos de Proteção Individual; a liberação de circulação de caminhões de carga para a construção civil no horário comercial na cidade de São Paulo; e o uso do SindusCon-SP para a divulgação de ações sociais de solidariedade das empresas associadas.

Também estão explicadas: a dispensa de certidões até 30 de setembro para facilitar acesso ao crédito; a revogação de exigência de CND para empréstimos com recursos captados das Cadernetas de Poupança; e a prorrogação da vigência de alvarás e outras autorizações previstas no Código de Obras da cidade de São Paulo.

A publicação também contém a decisão do Conselho Curador do FGTS sobre reprogramação de débitos para com o Fundo de Garantia, e a recomendação da mesma para que as atividades de serviços como construção e comercialização de materiais se iniciem fora dos horários de pico na cidade.

O guia é permanente atualizado. Assim, cada vez que você acessá-lo, já receberá a versão mais recente. A publicação dispõe de um sumário inteligente, para facilitar a consulta dos diversos itens.









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br