Comasp celebra Dia Mundial da Água em 22 de março

Daniela Barbará

Por Daniela Barbará

Comasp celebra Dia Mundial da Água em 22 de março

O SindusCon-SP, por meio do seu Comitê de Meio Ambiente (Comasp), celebra o Dia Mundial da Água em 22 de março. O uso eficiente da água na construção civil percorre há anos os debates no SindusCon-SP.

A Pegada Hídrica, chuvas extremas, análise do risco hídrico, conservação de água e uso de fontes alternativas são requisitos fundamentais a serem considerados nos dias de hoje. As mudanças permeiam por novas tecnologias, projetos bem concebidos, mudanças de processos e novos hábitos.

Pegada Hídrica

Guia Metodológico para Cálculo de Pegada Hídrica no Setor da Construção Civil

Dentre as diversas metodologias de avaliação de impactos humanos sobre os recursos hídricos, a pegada hídrica é um dos principais indicadores quantitativos do comprometimento direto e indireto de água ao longo do ciclo de vida de produtos, usuários, empreendimentos, empresas, cidades, países etc.

Com esse olhar para o desenvolvimento sustentável o SindusCon-SP, por meio do seu Comasp, em parceria com a Caixa Econômica Federal e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), elaborou o Guia Metodológico para Cálculo de Pegada Hídrica no setor da construção civil.

O Guia apresenta metodologia de cálculo de pegada hídrica desenvolvida para o setor de edificações brasileiro, trazendo aspectos conceituais, procedimentos adotados no desenvolvimento, roteiro detalhado de cálculo, exemplos e resultados de testes e de aplicações práticas.

Um dos principais atributos da pegada hídrica é sua capacidade de contabilizar diversas apropriações de água distintas (como a água perdida por evaporação e a necessária para diluição de efluentes) num único indicador quantitativo, permitindo comparações objetivas entre processos, produtos etc.

Acesse o Guia e conheça a metodologia para calcular a Pegada Hídrica da sua edificação.

Conheça também

Guia Orientativo das Normas de Conservação de Água, Fontes Alternativas Não Potáveis e Aproveitamento de Água de Chuva em Edificações

Em 2019 foram elaboradas e publicadas três normas que abordam, promovem e difundem práticas ligadas à gestão integrada de recursos hídricos: Conservação de Água em Edificações (ABNT NBR 16.782:2019), Uso de fontes Alternativas não Potáveis em Edificações (ABNT NBR 16.783:2019) e Aproveitamento de Água de Chuva para fins não potáveis (ABNT NBR 15.527).

Com o objetivo de difundir os conteúdos e auxiliar os leitores na compreensão das três normas o SindusCon-SP e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) desenvolveram o Guia Orientativo das Normas de Conservação de Água, Fontes Alternativas não Potáveis e Aproveitamento de Água de Chuva em Edificações”, a partir da utilização de linguagem mais acessível, recursos gráficos, exemplos e cases.

Acesse aqui o Guia na integra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O que você precisa saber.
As últimas novidades sobre o mercado,
no seu e-mail todos os dias.

Skip to content