Capital Trabalho

Casos de Covid-19 nas obras seguem em ligeira queda

Declínio continua pela quinta semana consecutiva, segundo pesquisa do SindusCon-SP e do Seconci-SP

Por Rafael Marko 14/09/2020 10:34:09

Os casos suspeitos e confirmados de contaminação pelo novo coronavírus nos canteiros de obras tiveram ligeira queda pela quinta semana consecutiva, de acordo com as construtoras entrevistadas na 18ª Pesquisa “Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19”, realizada por SindusCon-SP e Seconci-SP.

Os casos suspeitos, que na última rodada da enquete se situavam em torno de 0,2%, caíram para 0,17% do contingente de trabalhadores; e os confirmados declinaram de 0,09% para 0,07%.

De acordo com Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, e Haruo Ishikawa, presidente do Seconci-SP, esses resultados demonstram que os trabalhadores das empresas que participam da enquete têm demonstrado resiliência na observância das medidas de prevenção, tanto nos canteiros de obras, como nos trajetos e em suas residências.  “Esperamos que essa sinalização altamente positiva seja acompanhada por todo o setor, cabendo às empresas a responsabilidade de reforçar constantemente as recomendações e os protocolos sanitários para a prevenção da Covid-19”, afirmam Senra e Ishikawa.

Nesta 18ª rodada, foram obtidas respostas de 41 empresas, responsáveis por 518 obras, envolvendo 34.515 empregos diretos e terceirizados, de 3 a 9 de setembro. Principais resultados da 18ª Pesquisa:

  • 0,17% afastados por suspeita de Covid-19;
  • 0,07% afastados por confirmação da doença;
  • 514 obras em andamento e 4 paradas;
  • 98% do pessoal estão em atividade;
  • 100% das empresas adotam medição de temperatura e higienização das mãos, dão orientações diárias sobre prevenção, e higienizam e realizam demarcações em áreas de vivência;
  • 98% fornecem máscaras para o transporte, orientam sobre limpeza dos Equipamentos de Proteção Individual e afixam informativos impressos sobre a Covid-19 nos locais de circulação;
  • 93% fornecem máscaras para utilização na obra, realizam limpeza de EPIs e ferramentas e instituem horários escalonados para entrada, saída e refeições;
  • 88% realizam outras práticas para a prevenção da contaminação entre os trabalhadores e a comunidade e distribuem informativos eletrônicos de orientação.

Os presidentes do SindusCon-SP e do Seconci-SP reafirmam o convite para mais empresas com obras no Estado de São Paulo participarem das próximas rodadas da pesquisa; basta enviar um e-mail para pesquisacovid-19@seconci-sp.org.br e o Seconci-SP entrará em contato para incluir a construtora na enquete. As entidades garantem sigilo absoluto sobre as informações prestadas.

Veja o relatório completo das cinco últimas rodadas da pesquisa.

Veja o relatório completo da 9ª à 13ª rodada da pesquisa.

Veja o relatório completo das oito primeiras rodadas da pesquisa. 

 









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br