Economia

Caixa anuncia melhorias em condições de crédito para empresas 

Medidas atendem a propostas feitas pela indústria da construção 

Por Rafael Marko 03/02/2021 17:27:50

Dirigentes da Caixa Econômica Federal anunciaram um pacote de melhorias nas linhas de crédito Apoio à Produção/Plano Empresário Caixa (PEC). O anúncio foi feito em 2 de fevereiro, em reunião virtual da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), e atendem a propostas feitas pelo setor.

As medidas anunciadas são as seguintes:

Possibilidade de financiamento de até 100% do custo de obra a executar. 

Redução  do prazo de avaliação de risco – A partir de agora, as empresas de construção civil com faturamento de até R$ 150 milhões terão uma redução significativa no prazo de avaliação de risco, que cai de 12 dias úteis para 1. No novo modelo, o gerente da Caixa insere as informações, processa e libera no momento em que concluir a avaliação. “A expectativa com esse modelo é ter uma resposta mais aderente”, afirmou o superintendente Nacional da Caixa, Gustavo Sena.

Incorporadora Fácil: análise diferenciada para pequenos projetos – A partir de 15 de fevereiro. “Simplificará de 7 até 10 dias a análise técnica e a documentação para projetos de pequeno porte, com até 60 unidades habitacionais para o empreendimento, gerando qualidade na contratação”, disse a superintendente Nacional da Caixa, Angélica Djenane Philippe Correa.

Aprovação de limite de crédito, substituindo a aprovação por operação – A partir de 8 de março. Aprovação de um limite máximo de exposição em operações, para empresas com faturamento superior a R$ 30 milhões, sem necessidade de deliberação de forma individual.

Nível de Desempenho Técnico (NDT): clientes qualificados, ritos diferenciados – A partir de 10 de março. Rating Técnico: as empresas serão avaliadas conforme sua expertise e performance técnica, com ritos de avaliação e acompanhamento de obras diferenciadas para os clientes com maior qualificação.

Manifestação de Viabilidade Prévia de Engenharia (MVP): agilidade na tramitação da proposta – A partir de 15 de março. Serão implementadas a viabilidade prévia do empreendimento e a reorganização da esteira de contratação, com avaliações em paralelo e assinatura de memorando. Mostrando-se viáveis as análises e firmada a intenção de contratação, será realizada a análise de engenharia completa.

Possibilidade de suplementação de recursos para o projeto – A partir de 26 de março: Possibilidade de suplementar o valor do financiamento em função do aumento de custos, como os de materiais de construção.

Registro de contrato anterior à demanda mínima (repasses PF). 

Além de Angélica e Sena, participaram da live, pela Caixa: o diretor Executivo, Rodrigo Souza Wermelinger, e os superintendentes Nacionais Alexandre Martins Cordeiro e Marlon de Oliveira Machado.

Pela CBIC, participaram o presidente da entidade, José Carlos Martins; o presidente da Comissão de Habitação de Interesse Social, Carlos Henrique Passos; e o presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, Celso Petrucci.

Na reunião, a CBIC apresentou o resultado de um trabalho realizado em setembro de 2020, ouvindo cerca de 400 empresários da construção sobre seu relacionamento com as áreas de atendimento e relacionamento com a Caixa. Wermelinger destacou a importância do grupo de trabalho entre a instituição financeira e a CBIC para o melhor atendimento das necessidades da indústria da construção.









Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Horário de atendimento

seg-qui 08h00 às 18h00

sex 08h00 às 12h00

Rua Drº Bacelar, 1.043 | 5º andar

Vila Clementino,

São Paulo-SP,

04026-002

Tel (11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br