Ações por maior produtividade e qualidade avançam no CTQ

Rafael Marko

Por Rafael Marko

Ações por maior produtividade e qualidade avançam no CTQ
Foto: Bueno (ao microfone), coordenador do CTQ, conduziu a reunião

CUB Regional, meio ambiente, normas técnicas e atuação junto a fornecedores foram alguns destaques

As ações em favor da maior produtividade e qualidade na construção, desenvolvidas pelo SindusCon-SP e seu CTQ (Conselho de Tecnologia e Qualidade), foram relatadas e discutidas na reunião deste comitê, conduzida em 8 de fevereiro por seu coordenador, Luís Fernando Bueno, com a participação de Yorki Estefan, presidente da entidade.

Luís Bueno informou que Roberto Pastor, diretor da Área Educacional, foi nomeado coordenador adjunto do CTQ, para a gestão 2024/2026. Apresentou os 14 Grupos de Trabalho (GTs) do comitê, com a inclusão de um novo, sobre a instituição de CUBs regionais, coordenado por Eduardo Zaidan, vice-presidente de Economia do SindusCon-SP.

Bueno reforçou a importância do trabalho de acompanhamento da elaboração ou revisão das normas técnicas de interesse da construção pelo GT de Normas do CTQ. Destacou a importância das informações apresentadas no curso Contratos na Construção, ministrado por Tadeu Navarro, coordenador do Conselho Jurídico. E elogiou Jorge Batlouni, vice-presidente do SindusCon-SP, pela recente palestra sobre industrialização na construção.

Yorki Estefan, presidente do SindusCon-SP

Yorki Estefan relatou as reuniões realizadas com a Atlas Schindler, sobre o atraso na montagem de elevadores; outra reunião está marcada com a Otis; e sobre reunião realizada com a Matec, para estruturar no SindusCon-SP um comitê de obras de logística. Convidou todos a assistirem à palestra sobre conjuntura econômica, a ser ministrada por Fernando M. Gonçalves, do Banco Itaú, em 21 de fevereiro, às 17h. Informou sobre o lançamento do guia para recebimento de imóveis e empreendimentos, elaborado pela Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias).

Relatou ainda que, em 15 de fevereiro, o especialista Helio Zylberstajn virá ao SindusCon-SP para uma troca de ideias sobre atração de mão de obra, inclusive feminina, para a construção. Relatou que no dia 26 haverá um encontro com a Supermix, novo patrocinador da entidade. Informou que Roberta Simeoni tornou-se diretora adjunta de Imobiliária, com foco no acompanhamento dos projetos de licenciamento da construção de empreendimentos junto à prefeitura de São Paulo. Um seminário a respeito do tema será realizado neste ano.

O presidente do SindusCon-SP relatou as ações em andamento relacionadas ao incremento de custos, por conta dos aumentos de preços na cadeia de cimento e da concentração de mercado na produção deste insumo. E informou que a Biblioteca Virtual em elaboração deverá receber um banco de dados sobre sondagens.

Meio ambiente e normas técnicas

Francisco Antunes de Vasconcellos Neto, vice-presidente do SindusCon-SP, e Vanessa Dias, supervisora da Área de Meio Ambiente, informaram sobre a realização do curso de gerenciamento e reabilitação de áreas contaminadas, que acontecerá nos dias 4, 6 e 11 de março. Relataram os avanços e melhorias na CECarbon – Calculadora de Emissões Energéticas e de Emissões de Carbono na Construção Civil, e a realização do evento da aliança com o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e a Abrainc (Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias), quando se apresentaram os resultados obtidos.

Segundo Vasconcellos, a versão 3 da calculadora deverá ser lançada no primeiro semestre, com treinamento gratuito. O próximo passo será um diálogo com as entidades de materiais de construção – responsáveis por 97,39% das emissões do setor – a respeito dos inventários de emissões de gases de efeito estufa. O CTQ criará um grupo de empresas para a troca de informações a respeito de seus inventários.

Lilian Sarrouf, superintendente do CB002 (Comitê Brasileiro da Construção) da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), relatou que as normas técnicas de Perícias e de Instalações Elétricas estão em consulta nacional. Há um trabalho sobre prática recomendada de abrigos transitórios. Informou que as emendas à Norma de Garantias já estão valendo, e haverá um curso a respeito. As normas de Saída de Emergências e Coordenação Modular estão indo à consulta nacional.

Custos da construção e inovação

Eduardo Zaidan relatou o andamento do trabalho de levantamento de preços dos insumos da construção, realizado por um grupo de 26 empresas do CTQ. Chamou a atenção para a importância de os diretores das construtoras acompanharem de perto esta ação.

O vice-presidente informou que o GT de CUB Regional está iniciando os trabalhos para definir os padrões que serão representativos para as regiões escolhidas. Posteriormente, uma consultoria será contratada para a definição dos índices.

Guilherme Rosa, head do iCON Hub, relatou como está ocorrendo o iCON Explorer, evento de imersão das construtoras em inovação, com visitas a quatro empresas que apresentaram suas experiências nessa área: MPD, Dexco, Andrade Gutierrez e Yune, seguindo-se depoimentos de três startups e uma mentoria.

Ações dos Grupos de Trabalho

David Fratel, coordenador do GT de RH, informou que Biblioteca Virtual está pronta e o próximo passo será definir as regras de acesso a suas informações. Relatou também que há cerca de 20 empreiteiras em processo de certificação. O próximo passo será certificar mais empresas. E disse que está viabilizada a primeira turma do curso de especialização em instalações prediais, do Instituto Mauá de Tecnologia, e as inscrições seguem abertas.

William Gilheta, coordenador do GT Enel, afirmou que se registraram alguns avanços. A concessionária informou que os documentos apresentados pelas empresas são satisfatórios e as contratações deverão ser agilizadas.

Daniela Ferrari, vice-presidente de Habitação do SindusCon-SP e coordenadora do GT Sabesp, informou que o programa piloto do segundo cavalete poderá ser ampliado, inicialmente para a capital paulista.

Fernando Teixeira, do GT de Elevadores, disse que verificará a viabilidade de uma visita a uma visita a uma obra que utilizou um processo inovador de montagem de elevadores.

Educação

Marina Benvenutti, diretora adjunta da Regional Campinas, informou que a plataforma do SindusCon-SP na Prática já tem 2.700 alunos, e já houve solicitação de um deles para um contato com a entidade. Relatou que a Tintas Coral está gravando um curso e sugeriu que os empreiteiros comecem a utilizar os treinamentos da plataforma.

O que você precisa saber.
As últimas novidades sobre o mercado,
no seu e-mail todos os dias.

Pular para o conteúdo